AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

 
   
 

AMRIGS manifesta preocupação com a criação de novos cursos de medicina

Após portaria do Ministério da Saúde, entidade médica ressalta que a qualidade do ensino deve ser avaliada antes da liberação de novas faculdades

A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) recebeu de forma positiva a Portaria que proíbe a criação de novos cursos de medicina no país pelos próximos cinco anos. A entidade destaca que, neste período, estudos devem ser realizados para avaliar o ensino e perceber quais locais necessitam de novas qualificações no Brasil.

- Entendemos que o importante é que haja um investimento na qualificação dos cursos existentes atualmente. Isto pode ser feito através da preparação e capacitação do corpo docente destes cursos, bem como o incentivo a maior integração dos cursos de medicina com a comunidade. Estas faculdades podem trabalhar na assistência ao paciente das comunidades onde elas se encontram, além de ajudar na produção de conhecimento científico, no sentido de melhorar a qualidade desta assistência – avalia o coordenador do Exame AMRIGS, Antônio Carlos Weston.

Para os próximos cinco anos, o essencial, segundo Weston, é que somente sejam autorizados novos cursos de medicina em regiões com comprovada carência de oferta de novos profissionais, ou seja, onde haja relação muito baixa de médicos por habitante. O médico lembra que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a proporção ideal é de um médico para cada duas mil pessoas.

Fonte: Ascom AMRIGS
Fotos:
Data: 13/04/18      Atualizada em: 18/04/18
Tags: escolas médicas , Ministério da Saúde , AMRIGS , medicina ,









 
ARTIGOS

Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Em defesa do plano de carreira no setor público
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Falando sobre depressão sem preconceito
Dr. Jair Escobar
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas