AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

 
   
 

Banco de leite precisa de doações para bebês prematuros

O leite materno é importante para todos os bebês, principalmente para os que estão internados e ainda não podem ser amamentados pela própria mãe. É o caso dos prematuros da UTI neonatal do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV), em Porto Alegre, que possui um Banco de Leite Humano. No momento, os estoques estão baixos, e as doações são essenciais para manter a oferta aos bebês, crianças com risco extremo de vida e que lutam pela sobrevivência. Administrado pela Secretaria Municipal de Saúde, o hospital atende pelo Sistema Único de Saúde e é referência para todo o Estado em pré-natais de alto risco. 

O Banco de Leite tem capacidade para processar até 100 litros de leite humano por mês, quantidade que seria suficiente para suprir as necessidades dos bebês prematuros internados na neonatologia. Mães que estão amamentando, com excesso diário de leite (no mínimo em torno de 50ml), clinicamente saudáveis e residentes em Porto Alegre podem ser doadoras. Basta entrar em contato com o Banco de Leite do HMIPV, que fica na avenida Independência, 661, esquina com rua Garibaldi, telefone 3289-3334. 

Serão confirmados os critérios de doação - como exames de saúde e informações do pré-natal - e repassadas orientações iniciais para esgotar as mamas manualmente e armazenar o leite com segurança. Após preenchimento de cadastro, a equipe começa a buscar o leite direto na residência da doadora, momento em que poderá esclarecer dúvidas. O leite recebido passará por uma análise de qualidade, segurança e pasteurização e, só depois, será liberado ao consumo dos bebês.

Mitos da doação - Grande parte das mães que possuem leite o suficiente para doação (excesso diário de no mínimo 50ml) se atêm ao fato de que, se doarem, não produzirão mais para seus filhos. “O que realmente acontece é que, quanto mais se doa, mais leite se produz”, afirma a enfermeira do Banco de Leite do HMIPV, Marielen Serafim. “As pessoas precisam deixar de lado o hábito de escutar algo e levar a sério, sem confirmar se a informação procede, pois doar leite materno pode salvar vidas”, comenta, já que um frasco de vidro alimenta até dez crianças.

Confia algumas informações importantes:

A produção do leite depende do esvaziamento da mama, por isso, quanto mais a mulher amamenta ou esvazia as mamas, mais leite ela produz.
Todo leite doado é analisado, pasteurizado e submetido a rigoroso controle de qualidade antes de ser ofertado a uma criança.

1 litro de leite materno doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia. Dependendo do peso do prematuro, 1 ml já é o suficiente para nutri-lo cada vez em que ele for alimentado.
Bebês que estão internados e não podem ser amamentados pelas próprias mães têm a chance de receber os benefícios do leite materno com a doação. Com ele, a criança se desenvolve com saúde, tem mais chances de recuperação e fica protegida de infecções, diarreias e alergias.

Banco de Leite do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas
Avenida Independência, 661, esquina com rua Garibaldi, 6º andar - Porto Alegre
Telefone: 51 3289-3334

Após cadastro, a equipe busca o leite na residência da doadora. 

Fonte: Vanessa Conte/PMPA
Fotos:
Data: 30/11/17      Atualizada em: 01/12/17
Tags: banco de leite , bebês prematuros , amamentação ,









 
ARTIGOS

Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Em defesa do plano de carreira no setor público
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Falando sobre depressão sem preconceito
Dr. Jair Escobar
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas