AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme - Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto


 
A data de 19 de junho marca o Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme (DF), iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) que busca dar visibilidade e reduzir as taxas de morbidade e mortalidade da enfermidade. Trata-se de uma das doenças genéticas mais comuns no Brasil e no mundo. De acordo com dados do Ministério da Saúde, a cada ano nascem, no país, cerca de 3.500 crianças portadoras da enfermidade e 20% delas não atingem os cinco anos de idade, se não tiverem o acompanhamento médico adequado.

Por ser uma patologia crônica e degenerativa pode provocar incapacidade e, infelizmente, ainda não tem cura. A causa é a presença da Hemoglobina anômala, a Hemoglobina S. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é contagiosa, uma vez que é transmitida dos pais para os filhos. Seus principais sintomas são dores crônicas, infecções e icterícia (olhos e pele amareladas) presentes no primeiro ano de vida. As complicações podem afetar quase todos os órgãos e sistemas dos portadores, o que gera elevada morbidade, redução da capacidade de trabalho e da expectativa de vida.

O diagnóstico é feito por meio do Teste do Pezinho, que deve ser realizado na primeira semana de vida do bebê. Para as crianças a partir de quatro meses e adultos também pode ser feita a eletroforese de hemoglobina. Outra medida importante é o exame que previne os acidentes vasculares cerebrais: o “Doopler Transcraniano”. Existe ainda a Prova de falcização, também chamada de teste de hemoglobina S, que é usado para detectar células falciformes que estejam gravemente deformadas.

O tratamento inclui a prevenção das situações que levam à modificação da forma das hemácias, como desidratação, infecções, estresse físico ou emocional e exposição desnecessária a temperaturas extremas. Para combater as crises de dor são utilizados hidratação e analgésicos. Para as demais complicações, o paciente deve procurar o serviço de saúde. A AMRIGS está engajada na campanha do Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme, por meio de seu projeto “Saúde Preventiva: Pratique essa Ideia!”. A ideia é informar, orientar e conscientizar sobre a enfermidade para que seus portadores tenham uma vida saudável e produtiva.

* Alfredo Floro Cantalice Neto é médico pediatra e presidente da AMRIGS.







 
ARTIGOS

Sentir-se Médico
Dr. José J. Camargo
A fragilidade da democracia da República do Brasil
Dr. Albino Julio Sciesleski
Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas